Paula Vaccari, esposa de Cristiano expõe ataques e revela doença

publicidade

Paula Vaccari, esposa do sertanejo Cristiano, passou dias bem intensos e turbulentos nas últimas semanas. Na tarde dessa segunda-feira (29), ela desabafou nas redes sociais sobre tudo o que vivenciou ao lado da família que foi infectada pelo coronavírus. 

Apesar de agradecer o apoio da maioria dos fãs, a loira confessou que recebeu diversos ataques de ódio pelo fato de ter flexibilizado a quarentena dias antes de todo o sufoco.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Agora está tudo bem, graças a Deus. Tudo caminhando. Não consegui vir aqui falar antes porque eu estava emocionalmente e fisicamente bem abalada. Mas eu queria agradecer a todas as orações, mensagens positivas que a gente recebeu nesse período. Foi muito importante para a gente, para nos fortalecer. Muita gente orando pela minha família”, começou ela.

Dificuldades

De forma bem objetiva, Paula Vaccari comentou sobre todas as pessoas de pessoas que se infectaram com a doença. Segundo ela, o estado de sua mãe que foi parar em uma UTI, lhe trouxe ainda mais preocupação.

“A minha mãe testou positivo. Ela teve contato com uma pessoa que estava assintomática, e acabou pegando o vírus. O Cristiano acabou pegando, eu peguei. O Irineu não tinha pegado, mas quis ficar com a gente, para cuidar de mim. E mesmo tomando todos os cuidados, ele também pegou. Minha mãe precisou ficar na UTI”, revelou.

Ainda nos stories, ela falou que a sua amada não precisou ser intubada e teve alta para casa após quase duas semanas. “Graças a Deus não foi intubada, ela foi muito guerreira todos os dias. Foram 11 dias, e nesse tempo eu também precisei ficar internada, porque fiquei muito debilitada, com o pulmão comprometido. Não tinha forças. Depois o Irineu precisou ser internado também, que ficou com o pulmão comprometido. Neste meio tempo estava bem atordoada”, apontou ela.

Ataques

publicidade

Mesmo recebendo diversas orações e mensagens otimistas, a empresária que ao lado de Cristiano sempre divide momentos de sua rotina, afirmou que diversas pessoas lhe atacaram na web.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

 “Eu não acompanhei todos os dias as redes sociais. Tentava me manter com as mensagens boas, mas tem sempre as pessoas a parte, que se acham no direito de julgar. Acho que todo mundo flexibilizou nessa quarentena. Já não existia mais tanta quarentena. Quem pode viajar, viajou. Quem pode encontrar um parente, um amigo, encontrou e saiu para jantar ou almoçar, até porque estavam abertas as coisas”, desabafou.

Síndrome do Pânico

publicidade

Ao concluir, ela confessou que desenvolveu uma nova Síndrome do Pânico, ao se preocupar de forma excessiva com os seus dois filhos ao lado do sertanejo que faz dupla com Zé Neto.

 “O mental fica destruído. Eu desenvolvi de novo a síndrome do pânico e precisei voltar com os remédios. Tive muito medo dos meus filhos terem sintomas, porque os dois pegaram. Mas graças a Deus eles não sentiram nada”, revelou Paula Vaccari.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›