Pedro Scooby volta a falar sobre se aposentar do surfe

Dentro do BBB 2022 Pedro Scooby já havia comentado sobre os planos na carreira de surfista. Agora, ao participar do podcast PodPah, o famoso disse que almeja parar a trajetória daqui a quatro anos. Mas, segundo ele, antes disso ele pretende conquistar muitas coisas dentro desse meio.

“Eu estou ansioso para pegar onda gigante, mas hoje em dia eu tenho planos de daqui a uns quatro anos me aposentar, porque eu acho que minha carreira ainda está em crescente. Tem muita coisa que eu quero fazer por mim e pelo esporte ainda”, disse ele.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Ao finalizar, ele disse ser muito importante valorizar a vida e as coisas mais simples. “Por isso que eu falo sempre sobre valorizar a vida, porque realmente eu falo de um esporte que tem risco morte. A minha vida está em todo mar que vou pegar onda gigante”, desabafou.

Fazenda

Em Março, Pedro Scooby já havia revelado o interesse em parar com a vida de surfista e morar em em uma fazenda com a esposa, o novo filho, e os três herdeiros que tem com Luana Piovani.

“Eu quero me aposentar daqui uns cinco anos e a gente quer morar em uma fazenda, sabe? No interior do Rio, A gente achou uma fazenda perfeita, com uma figueira, uma cachoeira e uma represa, cara. A nossa ideia era construir a casa ao lado da figueira e ficar a duas horas do Rio, sabe? Mas não deu certo! Meu sonho é encontrar uma fazenda desse estilo e ficar morando lá. Não necessariamente daqui a 4 anos, mas quando as crianças já puderem viajar, me encontrar”, afirmou.

Ao encerrar, ele disse querer envelhecer no local menos movimentado; “É uma base para a vida, sabe? Eu quero envelhecer lá. A gente fica viajando em como vai ser a fazenda. Não custa nada sonhar! A gente fica vendo casas no Instagram e fica salvando as ideias. A gente sonha com isso! Ter cavalo para andar a cavalo”, apontou.

Pressão

Ainda na ocasião, Scooby falou aos colegas que todas as formas de jogo lá dentro do programa deveriam ser respeitar. Ele ainda comentou sobre a pressão do confinamento.

“Tudo certo, toda forma é válida de jogar. Cada um tem sua consciência, cada um escolhe seu caminho. Tipo assim, para quem é jogador, até não jogar é uma coisa que incomoda. Como, por exemplo, no jogo da discórdia, teve um monte de gente que votou ou comentou: ‘Ah, não quer se comprometer’. Eu falo merd*, o dia inteiro, fala todas as paradas que eu penso”, afirmou.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›