Xuxa fala sobre liberdade e revela detalhes da relação com Junno

A apresentadora Xuxa Meneghel (Imagem: Reprodução/Instagram)

Com os pés praticamente fora da Record, Xuxa Meneghel foi  mais uma vez atração de um programa da Globo. Desta vez, a apresentadora ganhou um especial do Altas Horas, exibido no último sábado (21). 

Em uma entrevista remota com Serginho Groisman, ela vai comentar assuntos comuns da sua vida pessoal e profissional falou sobre questões como o passado como apresentadora infantil.

“Eu tinha a liberdade de brincar com as crianças, mas a liberdade de ser eu, não, isso eu nunca tive”, disparou a eterna Rainha dos Baixinhos, que também revelou se sentir realizada no seu momento de vida atual.

 “Estou passando por um momento muito bom, porque eu estou com uma pessoa que me aceita do jeito que eu sou… (…) Aos 50 anos, eu reencontrei o Ju (Junno Andrade) e aí eu comecei a viver coisas que nunca tinha vivido a vida inteira”, contou.

Xuxa se defende sobre polêmico filme Amor Estranho Amor

Recentemente, Xuxa também conversou com o Fantástico em um bate-papo com a jornalista Renata Ceribelli. Na ocasião, a famosa se defendeu das críticas que ouve nas últimas décadas referente ao filme Amor Estranho Amor (1982), de Walter Hugo Khoury, no qual contracena em cenas quentes com um menino de 13 anos.

“É muito bom (ter sido perguntada sobre o filme), porque cada vez que eu falo sobre isso as pessoas levantam essa bandeira, dizendo: mas você transou com um garoto de 12 anos num filme. Então, vamos lá: eu não transei, aquilo é ficção, é ficção, senão, o Arnold Schwarzenegger deveria estar preso, porque matou um monte de gente nos filmes dele”, disparou ela, que manteve proibida a circulação do longa.

“Quem não viu o filme, por favor, veja. Porque esse filme fala de uma coisa muito atual, que é a exploração infantil, isso é a realidade de muita gente. Não é minha realidade, mas é a realidade de muita gente”, desabafou.

“Então, antes das pessoas me criticarem, as pessoas deveriam saber que isso existe, diariamente, nesse país e no mundo todo, mas, principalmente, nesse país. Muitos meninos e meninas são vendidas, vendidos e vendidas para políticos, para pessoas que se dizem que têm poder, então, isso é muito importante as pessoas falaram, sim, desse filme“, contou ela.

Lançando o livro infantil Maya, a Bebê Arco-Íris, no qual conta a história de uma criança que vem ao mundo em uma família com duas mães, Xuxa falou sobre a possibilidade de namorar uma mulher. “Não, mas se eu me apaixonasse, com certeza, todo mundo iria saber”, garantiu.

DEIXE SUA OPINIÃO

Veja mais ›