BBB 22: Linn recebe “bomba” no queridômetro e fica reflexiva

O queridômetro tem gerado confusões entre os participantes do Big Brother Brasil 22 nesta quarta-feira (26). Desta vez quem ficou com a “pulga atrás da orelha” foi a cantora Linn da Quebrada.

Em conversa com Jessilane no quarto grunge, a artista contou que recebeu um emoji de bomba, até que as duas começaram a refletir sobe o significado. A professora chegou a alertar a colega sobre ser algo ruim.

“Viu o queridômetro hoje? Tem coisa lá para você”, disse Jessilane. “O que tem, amiga? Me fala”, questionou Linn. “Tem duas cobras para a Eslovênia, uma planta para a Brunna. Para você tem uma bomba”, respondeu a sister.

Sem saber como reagir, Linn mostrou ter ficado um pouco incomodada: “Uma bomba? Quem será que me deu bomba, amiga? O que é uma bomba? Vai se fod**“. “Para a Naiara tem dois corações quebrados”, seguiu Jessilane.

A artista prosseguiu questionando de quem ela poderia ter virado alvo da alfinetada. “Quem poderia me dar uma bomba? Maria, talvez?“, ponderou Linn. “Não sei. Mas pelo menos eu não subi e nem desci, mantive”, respondeu a sister.

Linn desabafou sobre jogo da discórdia

No início da semana Linn da Quebrada desabafou com os colegas do BBB 22 sobre não ter sido escolhida por ninguém para integrar o trio de finalistas durante a dinâmica do jogo da discórdia.

A famosa aproveitou para refletir sobre a seus medos e angustias quanto a sua participação no reality. “O meu medo nisso era porque, antes de vir para cá, quando surgiu a possibilidade de eu vir em uma fofoca, as conversas eram: vai entrar a nova geração militante, lá vem a nova Karol, a nova Lumena. Por isso também que eu estou nesse lugar de coração aberto, para ser leve para mim, para ser eu”, falou a cantora.

“Sou travesti, mas também sou preta, cantora, filha, tenho uma cachorra, tenho uma parceira e também estou no ‘Big Brother’. Também quero construir essas relações”, revelou.

A cantora confessou que as vezes é desgastantes ficar constantemente falando sobre detalhes de suas bandeiras, enquanto algumas pessoas não demonstram interesse sobre sua vida pessoal.

“Eu tenho curiosidade das pessoas, não quero saber como é ser negra só. “E as pessoas dizem assim: “você é muito leve nas coisas que você traz”. Mas tem um peso pra mim ser tão leve, o peso fica comigo. Você é uma pessoa que fica perguntando isso [Rodrigo]. Mas isso acontece com a outra, com a outra, com a outra… e daí parece que eu fico com o peso porque quero aliviar vocês”, falou.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Surenã Dias
Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.
Veja mais ›