Carlinhos Maia rebate críticas por fazer festa não seguindo protocolos de Covid-19

Carlinhos Maia
Carlinhos Maia (Divulgação)

O bicho está pegando no universo dos influenciadores digitais e blogueiros depois que Carlinhos Maia deu uma festa para centenas de convidados em Alagoas, e que viralizou por ter ajudado a supostamente aumentar os casos de Covid-19 no local.

Gabriela Pugliesi, que fez uma festa enorme também no início do ano, e que muita gente disse que foi o tal evento responsável por começar a espalhar o vírus, que até então não estava presente no Brasil e teria vindo junto com seus convidados estrangeiros, comentou o caso no seu Instagram.

Numa caixa de perguntas e respostas um fã perguntou: “O que acha do povo que te criticou e foi na festa do Carlinhos?”, e Gabriela respondeu: “Não acho nada de ninguém, só de mim”.

“Não sou ninguém para dar opinião sobre nada que não seja minha própria vida. Por outro lado, quem julga me ensina muito”, escreveu ela. Na mesma rede social, o jornalista Leo Dias publicou sobre o ocorrido, e Carlinhos Maia respondeu.

Gabriela Pugliesi responde fã (Reprodução)

“Penso exatamente igual! Julgado não julga. E na boa. Já foi provado que os 47 casos é FAKENEWS. E essas mesmas almas sebosas que me criticam desde do começo, na real, odeiam nordestino, preencher espaços que eram deles, e ainda mais trazendo ainda mais pessoas, que jamais teriam vez, nesse conto de ‘fadas’ de perfeição e hipocrisia!”, escreveu nos comentários.

Carlinhos Maia comenta perseguição nas redes sociais
Carlinhos Maia comenta perseguição nas redes sociais (Reprodução)

Mesmo negando que as pessoas que estavam presentes na festa promovida por ele foram contaminadas, Carlinhos se tornou alvo de outra figura forte na internet: Felipe Neto.

O YouTuber já tinha falado sobre a situação anteriormente sem tocar no nome de Carlinhos, mas desta vez foi diferente.

“Parabéns a todos os envolvidos. Agora multiplica esse número, pensando em quantas pessoas devem ter sido infectadas pelas pessoas que pegaram na festa. Será q a consciência pesa? Eu duvido. Se for provado que a notícia das 47 pessoas infectadas na festa do demonho é fake, eu virei aqui me retratar. Isso não tirará a irresponsabilidade e desumanidade do cidadão, que é corriqueira e todo mundo sabe. Detalhe: ele me chamou de ‘ela’ e ‘bee’, será que ele pensa que isso ofende? E quem criticou o demonho fui EU. Felipe Neto, 32 anos, praticamente sem pisar na rua desde março, responsável por absolutamente ZERO contaminações”, escreveu Felipe.

Mas Carlinhos não deixou barato e respondeu: “Demônio é seu c*, uma peste dessa que passou a vida toda falando mal de todo mundo. Errado pra car**** também, vive julgando os outros! Sai do meu pé chulé”.

Veja mais ›