Claudia Raia relata casos de assédio que sofreu no passado

Claudia Raia
Claudia Raia (Foto: Reprodução/Instagram/@jucoutinho)

Claudia Raia foi a convidada do programa ‘Conversa com Bial’, da última sexta-feira (30). Durante entrevista ao apresentador, a atriz recordou dois casos de assédio que sofreu no passado, quando estava iniciando sua carreira de bailarina.

“Fiquei escondida, chorando, pensando o que ia fazer.”, contou a famosa, relatando o momento em que fugiu do apartamento de um coreógrafo que tentou assediá-la. “Ele colocou a mão na perna. A mão foi andando, subindo, vindo.”, continuou.

A artista conta que usou uma coruja de porcelana para se defender e bater na cabeça do assediador.

“Eu corri para o meio da rua e me escondi. Fiquei lá por um tempo. Foi quando vi os pezinhos das pessoas andando. E era minha professora.”, disse a atriz, contando como saiu do esconderijo na rua.

Na sequência, Claudia comentou sobre uma outra situação semelhante que vivenciou. “Depois fui de novo assediada no meio da rua. Era uma rua sem saída. O homem me jogou no chão. Veio em cima de mim. A policia veio e imobilizou.”, lembra ela.

“Venho de uma família extremamente feminista, de mulheres. Éramos minha mãe, minha avó, eu e minha irmã. Na época, não falávamos tanto de feminismo. Falavam de mulheres que vestiam as calças.”, acrescentou a atriz, afirmando que teve uma mãe que sempre a ensinou a reagir. “Ela me ensinou ‘não permita que ninguém faça com você o que você não quer'”, declarou.

Relacionamentos

Ainda no bate-papo com Pedro Bial, a atriz Claudia Raia falou sobre alguns de seus relacionamentos antigos, com Jô Soares e Alexandre Frota, com quem, inclusive, foi casada. Na ocasião, o apresentador questionou a respeito da grande diferença de idade entre ela e Jô (ela tinha 17 e ele 52). A artista, por sua vez, foi bem sincera:

“Eu estava atordoada, era um homem muito mais velho, achei que não era possível estar apaixonada por ele. Foi o primeiro grande amor da minha vida, tivemos uma relação muito linda. Até que um dia ele terminou, apontando que nós tínhamos uma diferença de idade enorme, que ele não iria aguentar o tranco.”, revelou a artista.

Na sequência, ela contou que estava carente e sofrendo por amor, quando conheceu Alexandre Frota: “Eu quase morri, aí no tropeço, comecei a namorar Alexandre Frota na curva, na dor de corno que eu tava. Ele ficou me amparando, eu ainda sofrendo de amor pelo Jô”, narrou Claudia Raia aos risos.

Veja mais ›