Internada com Covid-19, Nicette Bruno pegou doença após visita de um parente

Beth Goulart e Nicette Bruno (Imagem: Reprodução / Instagram)

A atriz Nicette Bruno, que está internada com Covid-19 passou por uma piora em seu quadro clínico nesta terça-feira (01). Segundo sua filha, Beth Goulart, ela precisou inclusive ser entubada. 

“Vim dar notícias da minha mãe. Ontem ela teve uma ligeira piora. Então foi necessário sedar, entubar, mas tenho muita fé. Essa doença é assim mesmo. É uma luta e vamos vencer essa luta. Ela está sedada, não está sentindo nada e ela vai vencer essa luta”, disse Beth em vídeo publicado nas redes sociais. 

“Vamos rezar todos os dias até ela estar recuperada, com saúde, com sua energia e alegria”, continuou ela pedindo uma corrente de orações para sua mãe. Foi a própria atriz quem anunciou que Nicette, que hoje está com 87 anos tinha sido infectada pela Covid 19.

“Esta pandemia não poupa ninguém por isso é importante tomar todos os cuidados, seguir todos os protocolos. Infelizmente, mamãe pegou Covid, mas ela está bem, enfrentando esta batalha contra o vírus e eu creio que mamãe vai sair dessa com muita força, muito amor e muita luz”, escreveu Beth.

A atriz contou nesta terça-feira (01) para a revista Quem, que a mãe acabou pegando Covid por ter contato com um parente. 

“Nós moramos no mesmo condomínio. Mamãe tem a casa dela e eu a minha. Estou sempre com ela, somos muito ligadas, fazemos aulas juntas. E ela ficou nesses 10 meses totalmente protegida, numa redoma. Mas às vezes acontecem coisas que saem do controle. Semana passada, ela recebeu a visita de um parente e ele não sabia que estava infectado e, infelizmente, transmitiu o vírus para ela”, disparou. 

A atriz contou ainda que inicialmente acreditou que não fosse algo grave já que a mãe apresentou apenas sintomas leves. “Então ela ficou no quarto e no quinto dia a saturação de oxigênio começou a cair. A levamos para o hospital tentando evitar de ela ficar internada. A gente evita isso ao máximo, né? O exame do pulmão estava leve, só que essa doença vai avançando e, quando caiu ainda mais a saturação de oxigênio, o médico achou melhor interná-la na unidade semi-intensiva”

Ela ainda explicou que a mãe ficou assustada ao não poder ter contato com a família, e só poder se comunicar através de chamadas de vídeo, mas garante que ela estava nos primeiros dias, acompanhada por uma enfermeira particular contratada pela família. 

“Ela ficou perto da mamãe e conseguíamos fazer fazer videochamadas. A mamãe estava um pouquinho assustadinha e aflita, o que é normal, né? Tanto o paciente quanto a família ficam assim. A gente fica numa situação de impotência. Por isso a oração e o pensamento positivo é o melhor que a gente pode fazer”.

Veja mais ›