Vitão desabafa sobre o seu novo estilo e entrega algo curioso

Vitão comentou sobre o seu novo estilo e sexualidade (Foto: Reprodução)

Cotado para entrar no BBB 2023, Vitão vem causando na mídia, com os seus novos looks e um estilo mais diferente do que o do início da carreira. No entanto, mesmo sendo elogiado, o ex-de Luísa Sonza recebe muitas críticas por causa da nova fase.

Em conversa com a Caras Digital, ele fez questão de explicar que o seu processo atual faz parte do novo álbum, e entende que isso não tem nenhum gênero. Além do mais, o artista usou o cantor Ney Matogrosso como referência de autenticidade e estilo próprio ao lado da arte.

“Essa concepção chegou para mim com toda a ideologia do meu processo do meu álbum novo, porque é um álbum que não tem gênero. Ele justamente traz isso, é um álbum que é muito fluido, ele tem uma fluidez que transita por muitos e muitos gêneros, estilos e ritmos. Tudo na minha vida nasce a partir da minha música, isso acabou se espelhando também a minha estética, nas minhas ideias”, disse ele, que prosseguiu.

“Ney Matogrosso já trazia esse tipo de ideologia na época dele, Caetano Veloso, enfim, tantos artistas já trouxeram dessa desconstrução, desses dogmas que a gente tem socialmente. E eu sempre achei isso sensível e muito grandioso, e sempre achei que traz uma Liberdade muito legal pra gente como ser humano”, falou.

Vitão não quer influenciar

Já em um outro trecho da conversa, Vitão contou que não deseja influenciar com o seu estilo de roupas. Segundo o próprio, o seu único intuito é mostrar que todo mundo pode vestir o que quiser e usufruir da própria liberdade sem qualquer tipo de rótulo.

“Não estou querendo influenciar ninguém, a única influência que estou querendo trazer é de dizer que a gente deveria ter mais liberdade de ser, de pensar, de existir da forma como a gente se sente bem, sem ser tão tolido da nossa própria liberdade de existência… É tanto conservadorismo, é tanta porrada que eu tomo de todos os lados simplesmente por causa de uma roupa, uma maquiagem, que às vezes vale mais a pena estar mais cru [sem produção] para eu conseguir acessar o coração das pessoas e depois que eu acessar o coração das pessoas, e aí falar sobre liberdade até de outras formas. É complexo”, relatou ele.

Ao encerrar, Vitão voltou a reclamar da importância que as pessoas dão para a sua sexualidade. Segundo o cantor, ele não se encaixa em nenhum tipo de rótulo, já que se considera livre.

“Dão uma importância descabida para a minha sexualidade. Com quem a gente transa ou se sente atraído não deveria ser algo tão importante para os outros. A liberdade ou não das pessoas, os lugares que elas podem ou não frequentar, as amizades, tudo na vida parece ser determinado a partir disso. Isso deveria ter uma importância menor”, falou.