Jair Bolsonaro convida Mário Frias para substituir Regina Duarte na Cultura

Regina Duarte ao lado do presidente Jair Bolsonaro; artista deixou o comando da Cultura nesta quarta-feira (Imagem: Reprodução/Instagram)

Esta quarta-feira (20) começou movimentada no governo brasileiro. Depois de pouco mais de dois meses no cargo, a atriz Regina Duarte não é mais a secretária de Cultura do presidente Jair Bolsonaro. O anúncio foi feito pelo próprio político, que usou sua conta oficial em uma rede social para publicar um vídeo em que os dois aparecem juntos. O eventual substituto de Regina pode surpreender algumas pessoas: o também ator Mário Frias.

De acordo com informações do jornal O Globo, Bolsonaro convidou oficialmente Mário para comandar a Secretaria Especial da Cultura no lugar de Duarte. Ainda não foi revelado, entretanto, se Mário aceitou o convite, mas tudo indica que a resposta será positiva. Isso porque, durante uma entrevista recente ao canal CNN Brasil, o artista havia se colocado à disposição para assumir o cargo.

Durante a conversa com a emissora de notícias, que aconteceu no dia 6 de maio, Frias afirmou que se sentiria honrado em assumir a secretaria e afirmou que está apto para a função. “[Aceitaria] sem dúvida. Não tenho medo disso, não. Tenho vontade, tenho conhecimento e não tenho pretensão nenhuma de ser o dono da verdade. Se essa oportunidade vier para mim, vou montar um time de primeira”, disse ele na ocasião.

Carreira na TV

Conhecido na televisão desde o fim dos anos 1990, Mário Frias teve seu primeiro papel de maior destaque na quarta temporada de Malhação, que foi ao ar na Globo em 1998. Ele também ganhou um personagem importante na novela Senhora do Destino, exibida em 2004. Na trama, que foi escrita por Aguinaldo Silva, ele viveu Thomas Jefferson, um político corrupto que era apaixonado por Maria Eduarda, personagem de Débora Falabella. Atualmente ele apresenta o programa A Melhor Viagem, na RedeTV!.

DEIXE SUA OPINIÃO

comments