Juju Salimeni mostra seu antes e depois da época do ‘Pânico’

Juju Salimeni mostrou através de suas redes sociais, o antes e depois de seu corpo, da época em que foi panicat, no ‘Pânico’. Na ocasião, a famosa postou as duas imagens após ser questionada por um seguidor se ela se sentia mais bonita anos atrás, na época em que era assistente de palco do programa, ou se atualmente.

A musa fitness, então, confessou que prefere como ela é hoje em dia, mas ressaltou que além das mudanças físicas, ela também mudou como mulher. “Eu me gosto muito mais agora, mas entendo que são fases. Antes eu era uma menina, agora uma mulher”, afirmou Juju.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Confira o antes e depois de Juju Salimeni:

Juju Salimeni mostra seu antes e depois da época do 'Pânico'
Juju Salimeni mostra seu antes e depois da época do ‘Pânico’ (Foto: Reprodução/Instagram)

Críticas ao programa Pânico

E por falar na época em que Juju Salimeni era assistente de palco do Programa Pânico, a famosa recentemente fez declarações polêmicas sobre o período em que participou da atração. Em seu desabafo, a musa fitness destacou o quanto o programa era machista e que provavelmente, seu conteúdo não faria sucesso nos dias de hoje.

“Era um programa de homens, total machista. Não cabe nos dias de hoje. É absurdo para os dias atuais. Eles não souberam se adequar. Existia humor depreciativo e uma forma de zoar as mulheres”, afirmou ela em entrevista ao jornalista Léo Dias.

Apesar disso, Juju não esconde que o programa lhe trouxe muitas oportunidades. “Não era feliz, mas não posso reclamar. Foi um treinamento de guerra. Não cuspo no prato em que comi, mas não era saudável mentalmente.”, diz Juju, que contou ainda como se sentia na época:

“Lixo. Mulher era um pedaço de carne. Mas meu sustento vinha dali. A gente ganhava R$ 200 por gravação. Se tivesse uma só no mês ou duas, era isso. Mas tínhamos vários eventos, presenças VIP… não parávamos. Foi um ótimo início”, disse ela.

Abusos

Ainda em relação ao programa Pânico, recentemente Juju concedeu uma entrevista para o podcast Jota Cast, e falou sobre os abusos que sofria durante o humorístico.

“Acho que abuso sexual, muitas mulheres passaram. Abuso psicológico eu arrisco a te falar que 100%. Pouquíssimas não passaram. Hoje eu reconheço. Classifico o que eu passei no Pânico como abuso total. Era assédio moral, por você estar ali sendo humilhada. Tem jeitos e jeito de brincar. Hoje as mulheres conquistaram um espaço maior e respeito. Hoje é inadmissível tratar uma mulher do jeito que eles tratavam. Era um assédio moral o tempo inteiro”, desabafou ela.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Henrique Souza
Mineiro, 26 anos, Graduado em Comunicação Social, Redator e Social Media.
Veja mais ›